BLOG DA MAGIA

Medicina Hermética


Medicina Hermética

Curar é um dos objetos da iniciação do magista. A ciência terapeuta é tripla e pode destinar-se quer ao corpo físico, quer ao corpo astral, quer ao Ser psíquico. ...Modifica-se o corpo físico pela ação de substâncias materiais dadas em altas doses. É a medicina materialista, a alopatia, a medicina dos contrários, única que a maior parte dos contemporâneos reconhece e admite. Modifica-se o corpo astral pela ação de substâncias fluídicas contidas em ínfimas doses de matéria. É a medicina homeopática e ação dos semelhantes, primeira aplicação da Magia ao microcosmo.

Modifica-se o Ser psíquico pela ação das idéias vitalizadas pela vontade do magista. É a medicina do magnetismo e da ação das forças psíquicas. O corpo físico é fabricado pelo corpo astral, que desenvolve os princípios ou ideias modelares de toda forma material. Esta concepção está resumida na Lei: "O visível não é mais que manifestação do invisível". ...A alopatia encontrará sua aplicação nas doenças que se localizam principalmente no corpo físico. A homeopatia produz excelentes resultados nos males do corpo astral bemcomo nas doenças do peito, o cancro (cancer) e certas formas de efermidades nervosas. A medicina hermética é utilizada nas afecções psíquicas, casos de obcessão ou de vampirismo, tão pouco conhecidos pelos médicos contemporâneos que os confundem com manifestações de loucura. Como não nos propomos a fazer um tratado de medicina, basta, aqui, informar que, estando em presença de um doente, uma procedimento útil é determinar a influência planetária que domina o paciente, informando-se sobre o mês e dia de nascimento da pessoa.

Para doenças do corpo físico empregam-se o alcool, as plantas, os minerais que estimulam as boas influências planetárias. Se é um problema de origem astral, os remédios homeopáticos e o uso específico de perfumes aliados ao magnetismo será de grande proveito. Também são aconselháveis os talismãs propiciadores de influências que promovam a cura da moléstia. Para as enfermidades do Ser psíquico o magista usará a música, o encantamento das palavras, a persuasão, o magnetismo associado a fórmulas mágicas.

Obsessão

O ser humano, em certas condições de irritabilidade nervosa, sob a influência de um grande medo, de um remorso, de um ódio violento etc., gera em sua atmosfera astral entidades particulares denominadas LARVAS, que se alimentam da substância astral do imprudente que lhes deu vida. Está aí o grande perigo das experiências psíquicas.

Uma pessoa que tem medo de ser odiada por uma outra ou que se julga perseguida, cria uma larva assim constituída: a força vital do pensador forma seu corpo e a idéia confere-lhe alma, vivacidade, sentido de ser. Esta larva penetra pouco a pouco a substância do obssecado e logo aparece a loucura a sugerir o internamento daquele que foi bastante fraco para não ter dominado a impulsão de um terror nascida e alimentada em seu próprio centro psíquico.

O mesmo acontece com o remorso que se apodera do astral de criminosos a ponto de os levar a confessar seu delito ou cometer suicídio. A larva deste último gênero pode ser ainda mais terrível porque é constituída, em parte, pelo corpo astral da vítima. A prática da mediunidade espírita conduz também a essas obsessões. Dois processos podem ser usados para livrar uma pessoa de uma obsessão:

1º) AÇÃO INDIRETA: com base na correspondência do físico e do astral. Neste caso, o paciente precisará ser submetido à hipnose profunda isolado magneticamente e eletricamente, totalmente envolto em uma manta grossa de algodão ou lã. É necessário visualizar a larva e suas formas esquemáticas. Isso será tarefa para o próprio paciente ou para um vidente convocado ou ainda para o próprio operador, se for vidente. A seguir, desenha-se a larva em papel consagrado, máxima concentração. É um momento para utilizar também os incensos com aromas adequados ao propósito. Pronto o desenho, toma-se a espada mágica ou um punhal mágico, ou seja, objeto do mago e devidamente consagrado e danifica-se o desenho, corta-se a forma em um ritual indireto de destruição. Em resumo, este processo consiste em repetir no plano físico as imagens astrais, estabelecer um laço mágico entre a forma astral (ou larva) e sua representação gráfica que permitirá, destruindo a representação, destruir, por reflexo, a larva.

2º) AÇÃO DIRETA:Magia Cerimonial praticada com emprego da espada. É um processo usado em casos graves. Baseia-se no fato de que os elementais e as larvas astrais se nutrem de substância astral e o SANGUE é o veículo que contém maior quantidade desta substância. O procedimento é o seguinte: o operador deverá estar com sua veste cerimonial branca. Toma-se uma mecha de cabelos da vítima, submete-a à fumaça dos incensos, consagra-se em prece ritual.

Feito isso, na presença do enfermo, pega-se a mecha de cabelos e embebe-a no sangue de um pombo ou uma cobaia que foram sacrificadas sob as influências de Júpiter ou Apolo. Em seguida, a mecha é colocada sobre uma prancheta traçando-se, ao redor, um círculo com uma mistura de carvão e imã pulverizado (pó de pedra-imã). No interior do círculo, serão traçados os quatro pontos cardeais e as quatro letras do tetragrama sagrado (YAVH). Depois de tais preparações, é hora de usar a Espada Mágica ou, na falta desta, um punhal ou pequena faca de caça. O operador segura a arma com atenção para manter a mão na área de material isolante do cabo e ataca, espetando fortemente a mecha de cabelos e ordenando à larva que se dissolva: "Solve". Uma boa fórmula verbal é: "Desaparece! Volta para o teu Nada! Em nome de ............." (pronuncia-se o nome do Mestre ou dos Mestres que o operador reconhece como seus Orientadores). A experiência deve ser repetida 3 vezes, cada vez separada da outra por um intervalo de 7 dias.

Medicina Hermética

Curar é um dos objetos da iniciação do magista. A ciência terapeuta é tripla e pode destinar-se quer ao corpo físico, quer ao corpo astral, quer ao Ser psíquico. ...Modifica-se o corpo físico pela ação de substâncias materiais dadas em altas doses. É a medicina materialista, a alopatia, a medicina dos contrários, única que a maior parte dos contemporâneos reconhece e admite. Modifica-se o corpo astral pela ação de substâncias fluídicas contidas em ínfimas doses de matéria. É a medicina homeopática e ação dos semelhantes, primeira aplicação da Magia ao microcosmo.

Modifica-se o Ser psíquico pela ação das idéias vitalizadas pela vontade do magista. É a medicina do magnetismo e da ação das forças psíquicas. O corpo físico é fabricado pelo corpo astral, que desenvolve os princípios ou ideias modelares de toda forma material. Esta concepção está resumida na Lei: "O visível não é mais que manifestação do invisível". ...A alopatia encontrará sua aplicação nas doenças que se localizam principalmente no corpo físico. A homeopatia produz excelentes resultados nos males do corpo astral bemcomo nas doenças do peito, o cancro (cancer) e certas formas de efermidades nervosas. A medicina hermética é utilizada nas afecções psíquicas, casos de obcessão ou de vampirismo, tão pouco conhecidos pelos médicos contemporâneos que os confundem com manifestações de loucura. Como não nos propomos a fazer um tratado de medicina, basta, aqui, informar que, estando em presença de um doente, uma procedimento útil é determinar a influência planetária que domina o paciente, informando-se sobre o mês e dia de nascimento da pessoa.

Para doenças do corpo físico empregam-se o alcool, as plantas, os minerais que estimulam as boas influências planetárias. Se é um problema de origem astral, os remédios homeopáticos e o uso específico de perfumes aliados ao magnetismo será de grande proveito. Também são aconselháveis os talismãs propiciadores de influências que promovam a cura da moléstia. Para as enfermidades do Ser psíquico o magista usará a música, o encantamento das palavras, a persuasão, o magnetismo associado a fórmulas mágicas.

Obsessão

O ser humano, em certas condições de irritabilidade nervosa, sob a influência de um grande medo, de um remorso, de um ódio violento etc., gera em sua atmosfera astral entidades particulares denominadas LARVAS, que se alimentam da substância astral do imprudente que lhes deu vida. Está aí o grande perigo das experiências psíquicas.

Uma pessoa que tem medo de ser odiada por uma outra ou que se julga perseguida, cria uma larva assim constituída: a força vital do pensador forma seu corpo e a idéia confere-lhe alma, vivacidade, sentido de ser. Esta larva penetra pouco a pouco a substância do obssecado e logo aparece a loucura a sugerir o internamento daquele que foi bastante fraco para não ter dominado a impulsão de um terror nascida e alimentada em seu próprio centro psíquico.

O mesmo acontece com o remorso que se apodera do astral de criminosos a ponto de os levar a confessar seu delito ou cometer suicídio. A larva deste último gênero pode ser ainda mais terrível porque é constituída, em parte, pelo corpo astral da vítima. A prática da mediunidade espírita conduz também a essas obsessões. Dois processos podem ser usados para livrar uma pessoa de uma obsessão:

1º) AÇÃO INDIRETA: com base na correspondência do físico e do astral. Neste caso, o paciente precisará ser submetido à hipnose profunda isolado magneticamente e eletricamente, totalmente envolto em uma manta grossa de algodão ou lã. É necessário visualizar a larva e suas formas esquemáticas. Isso será tarefa para o próprio paciente ou para um vidente convocado ou ainda para o próprio operador, se for vidente. A seguir, desenha-se a larva em papel consagrado, máxima concentração. É um momento para utilizar também os incensos com aromas adequados ao propósito. Pronto o desenho, toma-se a espada mágica ou um punhal mágico, ou seja, objeto do mago e devidamente consagrado e danifica-se o desenho, corta-se a forma em um ritual indireto de destruição. Em resumo, este processo consiste em repetir no plano físico as imagens astrais, estabelecer um laço mágico entre a forma astral (ou larva) e sua representação gráfica que permitirá, destruindo a representação, destruir, por reflexo, a larva.

2º) AÇÃO DIRETA:Magia Cerimonial praticada com emprego da espada. É um processo usado em casos graves. Baseia-se no fato de que os elementais e as larvas astrais se nutrem de substância astral e o SANGUE é o veículo que contém maior quantidade desta substância. O procedimento é o seguinte: o operador deverá estar com sua veste cerimonial branca. Toma-se uma mecha de cabelos da vítima, submete-a à fumaça dos incensos, consagra-se em prece ritual.

Feito isso, na presença do enfermo, pega-se a mecha de cabelos e embebe-a no sangue de um pombo ou uma cobaia que foram sacrificadas sob as influências de Júpiter ou Apolo. Em seguida, a mecha é colocada sobre uma prancheta traçando-se, ao redor, um círculo com uma mistura de carvão e imã pulverizado (pó de pedra-imã). No interior do círculo, serão traçados os quatro pontos cardeais e as quatro letras do tetragrama sagrado (YAVH). Depois de tais preparações, é hora de usar a Espada Mágica ou, na falta desta, um punhal ou pequena faca de caça. O operador segura a arma com atenção para manter a mão na área de material isolante do cabo e ataca, espetando fortemente a mecha de cabelos e ordenando à larva que se dissolva: "Solve". Uma boa fórmula verbal é: "Desaparece! Volta para o teu Nada! Em nome de ............." (pronuncia-se o nome do Mestre ou dos Mestres que o operador reconhece como seus Orientadores). A experiência deve ser repetida 3 vezes, cada vez separada da outra por um intervalo de 7 dias.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Siga nos
  • Facebook Basic Square

SEJA MUITO BEM

VINDO

AO TEMPLO DE MAGIA

© 2013 por TEMPLO DE MAGIA NEGRA