BLOG DA MAGIA

Magia em Teoria


MAGIA(K) EM TEORIA

I. DEFINIÇÃO MAGIA é a Ciência e a Arte de provocar mudanças pelo poder da Vontade. Ora se escrevo em meu PC, uso- o como instrumento mágico para levar até a consciência de vocês pro meio de uma linguagem mágica. Assim a retransmissão desses ensinamentos aos seus futuros discípulos é um ato de MAGIA, a propagação daquilo que ensino, fará com que tenham o Poder que por conseguinte é o conhecimento para agirem em conformidade com as suas vontades.

II. POSTULADO Ora a aplicação de uma quantidade de força mental devidamente adestrada ou exercitada, utilizando o equilíbrio apropriado ao meio e os objetos apropriados é que causarão o efeito desejado.

O nosso atual conhecimento é o único fator limitante para o poder de provocar certas mudanças que na prática, são impossíveis; mas que pela absorção de determinados princípios é que se propagariam determinadas mudanças.

Assim toda forte intenção que se propaga a causar mudanças seja ela direta, indireta é um Ato Mágico.

Se o ato é bem sucedido estará de acordo com os princípios que o originaram. Assim, quando fracassamos, provamos que um ou mais requerimentos dos princípios não foram empregados, ou não foram absorvidos. Exemplifico dizendo que se fracassamos em nossa vida significa que não empregamos nossa Verdadeira Vontade. Neste particular eu diria que em inúmeros casos a Vontade é debilitada por fatores externos, mas que com aplicação de determinados princípios poderíamos aprender a potencializá-la de modo a produzir os efeitos desejados. Todo ato mágico é amoral, o que significa que as forças empregadas são de essências diferentes para cada necessidade, se bem que tais essências energéticas possam ser oriundas de diversas fontes astrais ou telúricas, óbvio que para utilizarmos o nosso conhecimento para curar alguém, procuraremos atingir o equilíbrio mágico com determinadas energias que se propaguem de forma a produzir ou operar as mudanças necessárias de forma rápida e eficaz. Então nesse ponto é preciso que se entenda que as energias telúricas (oriundas da Terra) se propagam com extrema fluidez, e de maneira muito mais prática e eficaz do que energias de elevada estirpe astral. As energias astrais afluem da melhor forma nos estados meditativos, cuja função principal é trazer o equilíbrio energético ao mago.

Todo sistema eficiente de emprego da Vontade é pratico, e dispensa ser potencializado por objetos ou outros na medida que o mago potencializa sua mente. Segundo Crowley o aforisma “Todo homem e toda mulher é uma estrela" quer dizer que todo ser humano é um indivíduo intrinsecamente independente, com seu próprio caráter e seu próprio movimento, ou seja, todo homem e toda mulher possui um curso, dependendo em parte do eu, e em parte do meio- ambiente natural e necessário a cada um deles. Qualquer um tirado à força de seu próprio curso, seja por não se entender a si mesmo, seja por oposição externa, entra em conflito com a ordem do Universo, e sofre as conseqüências. Ilustrando assim: uma pessoa pode achar que deve agir de uma certa forma por ter feito uma elaborada imagem de si mesmo, ao invés de investigar como é sua natureza na realidade. Por exemplo, uma mulher pode ser infeliz a vida inteira só por pensar que prefere o amor à posição social, ou vice-versa. Outra pode permanecer com um marido sem consideração, quando só seria feliz morando em um sótão com um amante, enquanto que outra pode se engodar a fazer uma fuga romântica, quando seu único verdadeiro prazer seria fazer festas sociais da moda. E o instinto de um menino talvez diga a ele para entrar na marinha, quando seus pais insistem em que ele se torne um médico. Em um caso assim, ele não só vai ser um fracasso na medicina, mas também será infeliz. Assim o homem cuja vontade consciente está em guerra contra sua Verdadeira Vontade desperdiça energia. Ele não pode esperar ser capaz de influenciar seu meio-ambiente de um modo efetivo. O homem que faz sua Verdadeira Vontade tem a inércia do Universo trabalhando a seu favor. Na evolução, o primeiro princípio do sucesso é que o homem seja verdadeiro para com sua própria natureza, e, ao mesmo tempo, adaptar-se ao seu meio-ambiente. A consciência humana depende das propriedades do protoplasma, cuja existência depende de inúmeras condições físicas peculiares ao nosso planeta; e este planeta se determina pelo equilíbrio mecânico de todo o universo da matéria. Podemos dizer, portanto, que nosso consciente está conectado, em suas causas, com as mais remotas galáxias; ainda assim, não sabemos como - ou através do que - este consciente surge nas mudanças moleculares de nosso cérebro.

A Ciência Oculta faz com que através da MAGIA sejamos capazes de tirar proveito da continuidade da Natureza e não do seu domínio, como pregam a maioria dos falsos Magistas. Esta idéia bíblica de domínio fez com que a sociedade ocidental maltratasse o planeta de inúmeras maneiras, a nossa Ciência nos direcionará a cura de nossa ecologia planetária por meio de nossa integração ou harmonização com o centro telúrico nevrálgico da Terra através da aplicação empírica de certos princípios, cujo inter-relacionamento envolve diferentes tipos de idéia, interconectados de um modo que ultrapassa a compreensão da mentalidade profana. O homem não conhece a verdadeira natureza de seu próprio eu e seus próprios poderes. Não há razão alguma, portanto, para que se coloque limites teóricos no que o homem pode fazer ou pode ser. Por exemplo: Há um tempo atrás, supunha-se que era teoricamente impossível ao homem saber a composição química das estrelas fixas. Sabemos que nossos sentidos estão adaptados para receber apenas uma fração infinitesimal de todos os níveis de vibração existentes. Modernos instrumentos nos permitem detectar algumas destas supra-perceptíveis por meios indiretos, e até mesmo utilizar suas qualidades especiais a serviço da humanidade, como no caso das ondas Hertz e Röntgen. Como disse Tyndall: a qualquer momento, é possível que a humanidade comece a perceber e utilizar vibrações de todo tipo imaginável e inimaginável. A questão da MAGIA é, portanto, descobrir e empregar as forças desconhecidas da natureza. Sabemos que elas existem, e não podemos negar a possibilidade de entrarmos em contato com elas através de instrumentos mentais ou físicos. Toda pessoa está mais ou menos consciente de que sua individualidade compreende diversas ordens de existência, mesmo quando afirma que seus princípios mais sutis não passam de sintomas das mudanças em seu veículo mais denso.

O homem portanto é capaz de ser e de usar tudo o que apreende, porque tudo que ele apreende é, de uma certa forma, parte de seu ser. Ele pode, assim, subjugar todo o Universo que apreender à sua Vontade individual. Por outro lado, se o homem utiliza a idéia de Deus para reger sua conduta pessoal, obter poder sobre seu próximo, desculpar-se de seus crimes, e para muitos outros propósitos, inclusive percebendo-se como Deus. Utiliza-se de conceitos matemáticos irracionais e irreais para construir dispositivos mecânicos. Utiliza-se de força moral para influenciar os atos até mesmo de animais selvagens. Emprega o gênio poético com fins políticos.

Assim todas as forças do Universo são passíveis de serem transmutadas em qualquer outra força através dos meios apropriados. Assim, há um cabedal inexaurível de todo tipo de força que precisemos. Exemplo: Pode-se transformar calor em luz e força para ativar dínamos. Pode-se utilizar as vibrações do ar para matar pessoas, ordenando-as através da fala, inflamando-as em paixões de guerra tal como vemos desde a antiguidade em nossa história até os dias de hoje. A libido relacionada com as misteriosas energias do sexo resultam na perpetuação das espécies.

Uma pessoa pode aprender a utilizar qualquer força que sirva qualquer propósito, aproveitando- se dos teoremas acima. Ele pode atrair para si qualquer força do Universo, tornando-se um receptáculo capaz de recebê-la, estabelecendo uma conexão com ela, e organizando de tal forma as condições, que a própria natureza desta força a compele a fluir em direção a ele. A percepção que o homem tem de si mesmo como um ser separado e oposto ao Universo é uma barreira que o impede de conduzir as correntes deste mesmo Universo. Ela produz um insulamento. Exemplo: Um líder popular é mais bem-sucedido quando se esquece de si mesmo e só pensa na “Causa”. Auto-promoção só leva a inveja e “ismos”.

Porém uma pessoa só pode atrair e empregar as forças para as quais está preparada. Na essência, não há limites quanto à extensão do relacionamento que um homem possa ter com o Universo; pois no instante em que ele se torna um com uma idéia, desaparecem os meios de medição. Mas seu poder de utilizar tal força se limita ao seu poder e sua capacidade mentais, e às condições de seu ambiente humano.

(Ilustração: Quando alguém se apaixona, o mundo inteiro, para ele, se transforma, em amor, ilimitado e imanente; mas seu estado místico não é contagioso; as pessoas ao seu redor ou dão risada, ou ficam incomodadas. A única maneira dele estender a outros o efeito que seu amor tem sobre ele, é através de suas qualidades mentais e físicas. O Magista, por mais bem sucedido que for em contactar as secretas fontes de energia da natureza, só poderá utilizá-las dentro dos limites das suas próprias qualidades intelectuais e morais).

Toda pessoa é essencialmente auto-suficiente. Mas ela não o será até ter se estabelecido em sua correta posição em relação ao Universo. Magia é a Ciência de entender-se a si mesmo e às próprias condições. É a Arte de aplicar este entendimento na ação. Todo homem tem o direito inalienável de ser o que é, insistir com que alguém se adapte aos nossos próprios padrões é um absurdo não apenas para a pessoa, mas para nós mesmos, já que tanto uma quanto a outra são necessariamente como são. Toda pessoa deve praticar MAGIA cada vez que agir, ou mesmo pensar, já que um pensamento é um ato interior cuja influência termina por afetar a ação, ainda que não de imediato. (Ilustração: um gesto, por mínimo que seja, provoca uma mudança no corpo do homem em si, e no ar ao seu redor; perturba o equilíbrio do Universo inteiro, e seus efeitos continuam eternamente, espaço afora. Todo pensamento, não importa quão rapidamente seja reprimido, provoca um efeito na mente. Permanece como uma das causas de cada pensamento subseqüente, e tende a influenciar todos os subseqüentes atos). Toda pessoa deveria fazer da MAGIA a chave de sua vida. Deveria aprender suas leis, e viver por elas. Todo indivíduo tem o direito de cumprir sua vontade sem ter medo de que possa interferir com a de outros; pois se ele está onde deve estar, é culpa dos outros se interferem com ele.

A maioria das religiões do passado fracassaram porque esperavam que a Natureza ia se adaptar aos seus ideais de conduta correta.

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Siga nos
  • Facebook Basic Square

SEJA MUITO BEM

VINDO

AO TEMPLO DE MAGIA

© 2013 por TEMPLO DE MAGIA NEGRA