BLOG DA MAGIA

Zona de Malva

A estrutura de idéias que vem a seguir baseia-se em trabalhos mágicos efetuados em mais de vinte anos, conversando com uma grande gama de entidades (seres astrais e espirituais) oriundos das mais diversas regiões do Astral desde o Astral Superior como no Sub-plano Astral conhecido como Zona de Malva, que são divididas em faixas vibratórias interligadas aos elementos da natureza. Tais planos subsistem nosso plano físico, porém em outros planos dimensionais, tal como se interpenetrando a crosta física da Terra.

A hierarquia existente na Zona de Malva é muito complexa e diversificada, envolvendo várias correntes de seitas e pensamento.

São cerca de 777 postos hierárquicos principais, cada um destes abrangendo mais 777 postos ou cargos de comando.

Cada entidade líder de um determinado posto tem sob sua responsabilidade e comando, uma ou mais legiões de entidades extra físicas, bem como, seres encarnados conhecidos pelos meios Ocultistas de: “A Grande Irmandade Negra”.

Esses "seres espirituais" encarnados ou não, são auto-iludidos, os quais escravizados pelo ego inferior são influenciados pelas correntes mortas e estagnadas, muitas vezes se tornando um instrumento kármico inconsciente.

Para se chegar ao comando das entidades da Goetia, existe a necessidade de se possuir conhecimento das diversas áreas envolvem estes seres, além de força interior e um inegável e superior senso de justiça. Mas, qual seria a finalidade da Zona de Malva e o que fazem estas entidades ?

A Zona de Malva é o local para onde convergem todas as vibrações negativas e densas, criadas por pensamentos e emoções descontroladas dos seres humanos encarnados ou não.

Para lá convergem e são criadas formas-pensamento monstruosas criadas por mentes doentias, desequilibradas e despreparadas.

Todo este material vibratório condensa-se nas regiões da Zona de Malva, criando uma variada e sofisticada gama de egrégoras.

A Egrégora é um ser criado pela propriedade que o plano astral possui, independentemente de ser superior ou inferior, de agregar material mental e refletir vibratoriamente a sua natureza.

Logicamente não poderemos dizer que as egrégoras existentes na Zona de Malva, pela natureza das vibrações envolvidas em suas criações, sejam "angelicais".

São na verdade o lixo espiritual fluídico e deletério, que pela sua própria natureza vibratória, é automaticamente atraído para a Zona de Malva. Tal ser ou forma-pensamento criada só poderá ser destruído por uma força três vezes superior àquela que o criou.

Mas não só a matéria mental negativa e densa é atraída para lá. Todo ser humano tem seu princípio de vida conforme as noções ou parâmetros daquilo que é correto ou errado para si. Entretanto se estes seus parâmetros forem dados a interferir na órbita alheia ou levá-lo a estagnação energética, tal ser ao desencarnar será automaticamente atraído para a região do Astral que lhe for mais afim, ou que estiver alinhada com suas vibrações mentais.

Estes no caso serão automaticamente atraídos para estes sub-planos da Zona de Malva.

Uma vez no plano astral o ser espiritual que antes obedecia ao princípio evolutivo que obedece ao plano do Manifesto, passa a depender diretamente daqueles cujos afins ou afinidades ainda se encontram ligados ao plano físico, tornando-se automaticamente seres a estes ligados conhecidos por “Daemons” ou espíritos familiares. Convém notar que alguns desses seres poderiam ter também sido ligado ao plano dos elementos (Terra, Ar, Fogo e Água), tendo sido, portanto, anteriormente seres elementais que por sua vez passaram a escala evolutiva seguinte por afinidade aos seres humanos tornando-se a eles ligados profundamente por laços de afinidade.

É de extrema responsabilidade dos magos que acessam a estas forças, se cercarem muito bem energeticamente para atuarem nestes seres, utilizando para finalidades ou causas nobres e fins justificáveis o que automaticamente lhes dará um certo controle sobre as egrégoras desses locais.

A proteção necessária para trabalhar com seres goéticos se faz necessária, porque o acúmulo de matéria mental negativa e densa, acima de um limite, é também prejudicial, pois poderia alterar o equilíbrio das forças envolvidas que regem a coroa (Kether) ou chakras superiores do mago invocador. Tais entidades da Goetia poderiam ser ao mago incauto realmente assustadoras, mas que estariam de acordo com a ressonância ou com o próprio tipo de vibração que as ocasionou ou invocou.

A postura destes seres do Astral Inferior não é de efetuar simplesmente o "mal". Pois eles sabem muito bem que a cada um será dado conforme suas obras. Porém eles entendem que se é o mal que um determinado indivíduo necessita para se depurar e se elevar, eles não pouparão esforços para que este lhe seja administrado em mesmo gênero, número e grau na proporção exata para sua reabilitação.

Tudo é executado de acordo com a Lei Suprema que rege tudo e a todos em todos planos vibratórios. A Lei Suprema poderia ser talvez o sinônimo da Verdadeira Vontade.

Nada é feito fora da Lei. Nem uma palha sequer é movida, muito menos alguém será castigado injustamente. Não existe obra do acaso. Portanto, essa estória do Diabo, Satanás ou Lúcifer tentar as pessoas para poder arrastá-las ao Inferno para toda eternidade, só serve mesmo para arregimentar mais pessoas sem um pingo de discernimento para as falanges das religiões milionárias, apegadas a Grande Fraternidade Negra, envolvidas pelas correntes mortas.

Durante o decorrer de muitos anos, durante os quais ativamente inseridos no contexto dessas organizações, observamos existir uma paranóia a vincular o Ocultismo ou as Ciências Arcanas a uma dessas estruturas acima mencionadas. Esse é um erro primário, grosseiro – uma mediocridade cometida por aqueles que pouco, ou nada, sabem a respeito do esoterismo, mas tão somente ao pseudo exoterismo grosseiro, como uma nova e arejada filosofia de vida. O que vemos hoje é que, por várias razões, um grande número de pessoas perdeu a confiança nestas organizações; pois elas têm sido manipuladas e adaptadas em favor de determinados elementos inclinados para a obtenção de poder pessoal sobre seus semelhantes, numa clara demonstração contrária as Leis Universais.

Mago é aquele que pratica magia, mas ele não será necessariamente um Iniciado, ou alguém que possua alto grau de espiritualidade, e nem tem que forçosamente pertencer a qualquer organização fundada por homens. A conotação de mago difere fundamentalmente daquela de um Mago, que representa um grau Iniciático dentro da hierarquia da Ordem que não tem Nome entre os mortais.

O perigo essencial da Grande Feitiçaria está na roupagem disfarçada e nas manobras de saber disfarçar-se em algo positivo a evolução humana, mas que será absolutamente pernicioso ao meio.

Distorções e sandices encontradas nos meios pseudo-místicos, cujas verdades distorcidas cuidadosamente, por seres realmente mal intencionados, levam o verdadeiro ocultista, a assumir a reação de dar numa sonora gargalhada, tamanha as basbaquices por estes empregadas. Tais Irmãos Negros dão a falsa impressão de serem exímios conhecedores do assunto. É por essas e outras razões que dizia Crowley com seu humor: “Não há limites ao abismo e Idiotice em que os falsos sábios nos queiram lançar”.

Não irei analisar o tributo aos hilários magos de mesa de bar, que sequer tiveram coragem de ousar, e que além de mal informados sobre Magia e seus labirintos, é forçoso reconhecer que a maior parte das pessoas que se lançam nesses arroubos de sábios ocultistas, satânicos ou pervertidos, estão longe, mas muito longe, de serem modelos de inteligência e de conhecimento, e que só aos imbecis ou fracos de espírito poderiam inspirar confiança, pois além de tomarem o “trem andando”, o pegam no rumo errado. Isto acontece com muita gente. Ficam perdidas e sujeitas a informações tão enganadoras e maldosas que, ao invés de orientá-las devidamente ao caminho certo, tornam a situação ainda mais desesperadora e, diga-se de passagem, infinitamente perigosa. Uma vez as pessoas desorientadas e perdidas, cercadas por pseudo gurus, cairão, numa terrível armadilha que impedirá o aspirante de retornar seu caminho naquele tempo existencial em Busca da Luz Maior.

Assim, buscadores do oculto estão, na maioria das vezes, sujeitos a esta perigosa situação, por não saberem onde o buscar o caminho que os leve de volta ao plano da Assunção Espiritual. Incomoda, incomoda muito a certos pseudo mago que a verdade seja dita aberta e cristalinamente sobre fatos da Iniciação. E em represália a esta verdade, muita mentira, muita ofensa moral e muita difamação é direcionada contra nós, mas que esquecem de olharem seus próprios umbigos, pois a dor de barriga não aparece somente uma vez na vida.

Esta é uma tentativa de clarear certos aspectos do chamado Esoterismo ou Ocultismo, dêem o nome que mais lhes aprouver.

Muito é dito e escrito sobre Magia e Entidades da Goetia cujas narrativas de antigos anciões ou sacerdotes guardam, com profundo zelo uma grande Sabedoria transcendental.

Tais Mestres Secretos ensinam que antes de um contato com estes seres da Goetia, se faz necessário o contato e comunicação com uma alta fonte, sempre divina sincretizada no encontro com o Sagrado Anjo Guardião, com Adonai ou com Mestre Interior.

Tais segredos desta comunicação são profundos e asseguro que somente pouquíssimos estariam habilitados a entendê-los e usá-los. Também é assertiva que a posse desses conhecimentos traz de fato poderes que devem ser manuseados para benefício da humanidade. Entretanto, como se pode saber mais a respeito disto, sobre essas organizações, seus conhecimentos, se suas ações são secretas?

ZONA DE MALVA

A estrutura de idéias que vem a seguir baseia-se em trabalhos mágicos efetuados em mais de vinte anos, conversando com uma grande gama de entidades (seres astrais e espirituais) oriundos das mais diversas regiões do Astral desde o Astral Superior como no Sub-plano Astral conhecido como Zona de Malva, que são divididas em faixas vibratórias interligadas aos elementos da natureza. Tais planos subsistem nosso plano físico, porém em outros planos dimensionais, tal como se interpenetrando a crosta física da Terra.

A hierarquia existente na Zona de Malva é muito complexa e diversificada, envolvendo várias correntes de seitas e pensamento.

São cerca de 777 postos hierárquicos principais, cada um destes abrangendo mais 777 postos ou cargos de comando.

Cada entidade líder de um determinado posto tem sob sua responsabilidade e comando, uma ou mais legiões de entidades extra físicas, bem como, seres encarnados conhecidos pelos meios Ocultistas de: “A Grande Irmandade Negra”.

Esses "seres espirituais" encarnados ou não, são auto-iludidos, os quais escravizados pelo ego inferior são influenciados pelas correntes mortas e estagnadas, muitas vezes se tornando um instrumento kármico inconsciente.

Para se chegar ao comando das entidades da Goetia, existe a necessidade de se possuir conhecimento das diversas áreas envolvem estes seres, além de força interior e um inegável e superior senso de justiça. Mas, qual seria a finalidade da Zona de Malva e o que fazem estas entidades ?

A Zona de Malva é o local para onde convergem todas as vibrações negativas e densas, criadas por pensamentos e emoções descontroladas dos seres humanos encarnados ou não.

Para lá convergem e são criadas formas-pensamento monstruosas criadas por mentes doentias, desequilibradas e despreparadas.

Todo este material vibratório condensa-se nas regiões da Zona de Malva, criando uma variada e sofisticada gama de egrégoras.

A Egrégora é um ser criado pela propriedade que o plano astral possui, independentemente de ser superior ou inferior, de agregar material mental e refletir vibratoriamente a sua natureza.

Logicamente não poderemos dizer que as egrégoras existentes na Zona de Malva, pela natureza das vibrações envolvidas em suas criações, sejam "angelicais".

São na verdade o lixo espiritual fluídico e deletério, que pela sua própria natureza vibratória, é automaticamente atraído para a Zona de Malva. Tal ser ou forma-pensamento criada só poderá ser destruído por uma força três vezes superior àquela que o criou.

Mas não só a matéria mental negativa e densa é atraída para lá. Todo ser humano tem seu princípio de vida conforme as noções ou parâmetros daquilo que é correto ou errado para si. Entretanto se estes seus parâmetros forem dados a interferir na órbita alheia ou levá-lo a estagnação energética, tal ser ao desencarnar será automaticamente atraído para a região do Astral que lhe for mais afim, ou que estiver alinhada com suas vibrações mentais.

Estes no caso serão automaticamente atraídos para estes sub-planos da Zona de Malva.

Uma vez no plano astral o ser espiritual que antes obedecia ao princípio evolutivo que obedece ao plano do Manifesto, passa a depender diretamente daqueles cujos afins ou afinidades ainda se encontram ligados ao plano físico, tornando-se automaticamente seres a estes ligados conhecidos por “Daemons” ou espíritos familiares. Convém notar que alguns desses seres poderiam ter também sido ligado ao plano dos elementos (Terra, Ar, Fogo e Água), tendo sido, portanto, anteriormente seres elementais que por sua vez passaram a escala evolutiva seguinte por afinidade aos seres humanos tornando-se a eles ligados profundamente por laços de afinidade.

É de extrema responsabilidade dos magos que acessam a estas forças, se cercarem muito bem energeticamente para atuarem nestes seres, utilizando para finalidades ou causas nobres e fins justificáveis o que automaticamente lhes dará um certo controle sobre as egrégoras desses locais.

A proteção necessária para trabalhar com seres goéticos se faz necessária, porque o acúmulo de matéria mental negativa e densa, acima de um limite, é também prejudicial, pois poderia alterar o equilíbrio das forças envolvidas que regem a coroa (Kether) ou chakras superiores do mago invocador. Tais entidades da Goetia poderiam ser ao mago incauto realmente assustadoras, mas que estariam de acordo com a ressonância ou com o próprio tipo de vibração que as ocasionou ou invocou.

A postura destes seres do Astral Inferior não é de efetuar simplesmente o "mal". Pois eles sabem muito bem que a cada um será dado conforme suas obras. Porém eles entendem que se é o mal que um determinado indivíduo necessita para se depurar e se elevar, eles não pouparão esforços para que este lhe seja administrado em mesmo gênero, número e grau na proporção exata para sua reabilitação.

Tudo é executado de acordo com a Lei Suprema que rege tudo e a todos em todos planos vibratórios. A Lei Suprema poderia ser talvez o sinônimo da Verdadeira Vontade.

Nada é feito fora da Lei. Nem uma palha sequer é movida, muito menos alguém será castigado injustamente. Não existe obra do acaso. Portanto, essa estória do Diabo, Satanás ou Lúcifer tentar as pessoas para poder arrastá-las ao Inferno para toda eternidade, só serve mesmo para arregimentar mais pessoas sem um pingo de discernimento para as falanges das religiões milionárias, apegadas a Grande Fraternidade Negra, envolvidas pelas correntes mortas.

Durante o decorrer de muitos anos, durante os quais ativamente inseridos no contexto dessas organizações, observamos existir uma paranóia a vincular o Ocultismo ou as Ciências Arcanas a uma dessas estruturas acima mencionadas. Esse é um erro primário, grosseiro – uma mediocridade cometida por aqueles que pouco, ou nada, sabem a respeito do esoterismo, mas tão somente ao pseudo exoterismo grosseiro, como uma nova e arejada filosofia de vida. O que vemos hoje é que, por várias razões, um grande número de pessoas perdeu a confiança nestas organizações; pois elas têm sido manipuladas e adaptadas em favor de determinados elementos inclinados para a obtenção de poder pessoal sobre seus semelhantes, numa clara demonstração contrária as Leis Universais.

Mago é aquele que pratica magia, mas ele não será necessariamente um Iniciado, ou alguém que possua alto grau de espiritualidade, e nem tem que forçosamente pertencer a qualquer organização fundada por homens. A conotação de mago difere fundamentalmente daquela de um Mago, que representa um grau Iniciático dentro da hierarquia da Ordem que não tem Nome entre os mortais.

O perigo essencial da Grande Feitiçaria está na roupagem disfarçada e nas manobras de saber disfarçar-se em algo positivo a evolução humana, mas que será absolutamente pernicioso ao meio.

Distorções e sandices encontradas nos meios pseudo-místicos, cujas verdades distorcidas cuidadosamente, por seres realmente mal intencionados, levam o verdadeiro ocultista, a assumir a reação de dar numa sonora gargalhada, tamanha as basbaquices por estes empregadas. Tais Irmãos Negros dão a falsa impressão de serem exímios conhecedores do assunto. É por essas e outras razões que dizia Crowley com seu humor: “Não há limites ao abismo e Idiotice em que os falsos sábios nos queiram lançar”.

Não irei analisar o tributo aos hilários magos de mesa de bar, que sequer tiveram coragem de ousar, e que além de mal informados sobre Magia e seus labirintos, é forçoso reconhecer que a maior parte das pessoas que se lançam nesses arroubos de sábios ocultistas, satânicos ou pervertidos, estão longe, mas muito longe, de serem modelos de inteligência e de conhecimento, e que só aos imbecis ou fracos de espírito poderiam inspirar confiança, pois além de tomarem o “trem andando”, o pegam no rumo errado. Isto acontece com muita gente. Ficam perdidas e sujeitas a informações tão enganadoras e maldosas que, ao invés de orientá-las devidamente ao caminho certo, tornam a situação ainda mais desesperadora e, diga-se de passagem, infinitamente perigosa. Uma vez as pessoas desorientadas e perdidas, cercadas por pseudo gurus, cairão, numa terrível armadilha que impedirá o aspirante de retornar seu caminho naquele tempo existencial em Busca da Luz Maior.

Assim, buscadores do oculto estão, na maioria das vezes, sujeitos a esta perigosa situação, por não saberem onde o buscar o caminho que os leve de volta ao plano da Assunção Espiritual. Incomoda, incomoda muito a certos pseudo mago que a verdade seja dita aberta e cristalinamente sobre fatos da Iniciação. E em represália a esta verdade, muita mentira, muita ofensa moral e muita difamação é direcionada contra nós, mas que esquecem de olharem seus próprios umbigos, pois a dor de barriga não aparece somente uma vez na vida.

Esta é uma tentativa de clarear certos aspectos do chamado Esoterismo ou Ocultismo, dêem o nome que mais lhes aprouver.

Muito é dito e escrito sobre Magia e Entidades da Goetia cujas narrativas de antigos anciões ou sacerdotes guardam, com profundo zelo uma grande Sabedoria transcendental.

Tais Mestres Secretos ensinam que antes de um contato com estes seres da Goetia, se faz necessário o contato e comunicação com uma alta fonte, sempre divina sincretizada no encontro com o Sagrado Anjo Guardião, com Adonai ou com Mestre Interior.

Tais segredos desta comunicação são profundos e asseguro que somente pouquíssimos estariam habilitados a entendê-los e usá-los. Também é assertiva que a posse desses conhecimentos traz de fato poderes que devem ser manuseados para benefício da humanidade. Entretanto, como se pode saber mais a respeito disto, sobre essas organizações, seus conhecimentos, se suas ações são secretas?

ZONA DE MALVA

A estrutura de idéias que vem a seguir baseia-se em trabalhos mágicos efetuados em mais de vinte anos, conversando com uma grande gama de entidades (seres

ZONA DE MALVA

A estrutura de idéias que vem a seguir baseia-se em trabalhos mágicos efetuados em mais de vinte anos, conversando com uma grande gama de entidades (seres astrais e espirituais) oriundos das mais diversas regiões do Astral desde o Astral Superior como no Sub-plano Astral conhecido como Zona de Malva, que são divididas em faixas vibratórias interligadas aos elementos da natureza. Tais planos subsistem nosso plano físico, porém em outros planos dimensionais, tal como se interpenetrando a crosta física da Terra.

A hierarquia existente na Zona de Malva é muito complexa e diversificada, envolvendo várias correntes de seitas e pensamento.

São cerca de 777 postos hierárquicos principais, cada um destes abrangendo mais 777 postos ou cargos de comando.

Cada entidade líder de um determinado posto tem sob sua responsabilidade e comando, uma ou mais legiões de entidades extra físicas, bem como, seres encarnados conhecidos pelos meios Ocultistas de: “A Grande Irmandade Negra”.

Esses "seres espirituais" encarnados ou não, são auto-iludidos, os quais escravizados pelo ego inferior são influenciados pelas correntes mortas e estagnadas, muitas vezes se tornando um instrumento kármico inconsciente.

Para se chegar ao comando das entidades da Goetia, existe a necessidade de se possuir conhecimento das diversas áreas envolvem estes seres, além de força interior e um inegável e superior senso de justiça. Mas, qual seria a finalidade da Zona de Malva e o que fazem estas entidades ?

A Zona de Malva é o local para onde convergem todas as vibrações negativas e densas, criadas por pensamentos e emoções descontroladas dos seres humanos encarnados ou não.

Para lá convergem e são criadas formas-pensamento monstruosas criadas por mentes doentias, desequilibradas e despreparadas.

Todo este material vibratório condensa-se nas regiões da Zona de Malva, criando uma variada e sofisticada gama de egrégoras.

A Egrégora é um ser criado pela propriedade que o plano astral possui, independentemente de ser superior ou inferior, de agregar material mental e refletir vibratoriamente a sua natureza.

Logicamente não poderemos dizer que as egrégoras existentes na Zona de Malva, pela natureza das vibrações envolvidas em suas criações, sejam "angelicais".

São na verdade o lixo espiritual fluídico e deletério, que pela sua própria natureza vibratória, é automaticamente atraído para a Zona de Malva. Tal ser ou forma-pensamento criada só poderá ser destruído por uma força três vezes superior àquela que o criou.

Mas não só a matéria mental negativa e densa é atraída para lá. Todo ser humano tem seu princípio de vida conforme as noções ou parâmetros daquilo que é correto ou errado para si. Entretanto se estes seus parâmetros forem dados a interferir na órbita alheia ou levá-lo a estagnação energética, tal ser ao desencarnar será automaticamente atraído para a região do Astral que lhe for mais afim, ou que estiver alinhada com suas vibrações mentais.

Estes no caso serão automaticamente atraídos para estes sub-planos da Zona de Malva.

Uma vez no plano astral o ser espiritual que antes obedecia ao princípio evolutivo que obedece ao plano do Manifesto, passa a depender diretamente daqueles cujos afins ou afinidades ainda se encontram ligados ao plano físico, tornando-se automaticamente seres a estes ligados conhecidos por “Daemons” ou espíritos familiares. Convém notar que alguns desses seres poderiam ter também sido ligado ao plano dos elementos (Terra, Ar, Fogo e Água), tendo sido, portanto, anteriormente seres elementais que por sua vez passaram a escala evolutiva seguinte por afinidade aos seres humanos tornando-se a eles ligados profundamente por laços de afinidade.

É de extrema responsabilidade dos magos que acessam a estas forças, se cercarem muito bem energeticamente para atuarem nestes seres, utilizando para finalidades ou causas nobres e fins justificáveis o que automaticamente lhes dará um certo controle sobre as egrégoras desses locais.

A proteção necessária para trabalhar com seres goéticos se faz necessária, porque o acúmulo de matéria mental negativa e densa, acima de um limite, é também prejudicial, pois poderia alterar o equilíbrio das forças envolvidas que regem a coroa (Kether) ou chakras superiores do mago invocador. Tais entidades da Goetia poderiam ser ao mago incauto realmente assustadoras, mas que estariam de acordo com a ressonância ou com o próprio tipo de vibração que as ocasionou ou invocou.

A postura destes seres do Astral Inferior não é de efetuar simplesmente o "mal". Pois eles sabem muito bem que a cada um será dado conforme suas obras. Porém eles entendem que se é o mal que um determinado indivíduo necessita para se depurar e se elevar, eles não pouparão esforços para que este lhe seja administrado em mesmo gênero, número e grau na proporção exata para sua reabilitação.

Tudo é executado de acordo com a Lei Suprema que rege tudo e a todos em todos planos vibratórios. A Lei Suprema poderia ser talvez o sinônimo da Verdadeira Vontade.

Nada é feito fora da Lei. Nem uma palha sequer é movida, muito menos alguém será castigado injustamente. Não existe obra do acaso. Portanto, essa estória do Diabo, Satanás ou Lúcifer tentar as pessoas para poder arrastá-las ao Inferno para toda eternidade, só serve mesmo para arregimentar mais pessoas sem um pingo de discernimento para as falanges das religiões milionárias, apegadas a Grande Fraternidade Negra, envolvidas pelas correntes mortas.

Durante o decorrer de muitos anos, durante os quais ativamente inseridos no contexto dessas organizações, observamos existir uma paranóia a vincular o Ocultismo ou as Ciências Arcanas a uma dessas estruturas acima mencionadas. Esse é um erro primário, grosseiro – uma mediocridade cometida por aqueles que pouco, ou nada, sabem a respeito do esoterismo, mas tão somente ao pseudo exoterismo grosseiro, como uma nova e arejada filosofia de vida. O que vemos hoje é que, por várias razões, um grande número de pessoas perdeu a confiança nestas organizações; pois elas têm sido manipuladas e adaptadas em favor de determinados elementos inclinados para a obtenção de poder pessoal sobre seus semelhantes, numa clara demonstração contrária as Leis Universais.

Mago é aquele que pratica magia, mas ele não será necessariamente um Iniciado, ou alguém que possua alto grau de espiritualidade, e nem tem que forçosamente pertencer a qualquer organização fundada por homens. A conotação de mago difere fundamentalmente daquela de um Mago, que representa um grau Iniciático dentro da hierarquia da Ordem que não tem Nome entre os mortais.

O perigo essencial da Grande Feitiçaria está na roupagem disfarçada e nas manobras de saber disfarçar-se em algo positivo a evolução humana, mas que será absolutamente pernicioso ao meio.

Distorções e sandices encontradas nos meios pseudo-místicos, cujas verdades distorcidas cuidadosamente, por seres realmente mal intencionados, levam o verdadeiro ocultista, a assumir a reação de dar numa sonora gargalhada, tamanha as basbaquices por estes empregadas. Tais Irmãos Negros dão a falsa impressão de serem exímios conhecedores do assunto. É por essas e outras razões que dizia Crowley com seu humor: “Não há limites ao abismo e Idiotice em que os falsos sábios nos queiram lançar”.

Não irei analisar o tributo aos hilários magos de mesa de bar, que sequer tiveram coragem de ousar, e que além de mal informados sobre Magia e seus labirintos, é forçoso reconhecer que a maior parte das pessoas que se lançam nesses arroubos de sábios ocultistas, satânicos ou pervertidos, estão longe, mas muito longe, de serem modelos de inteligência e de conhecimento, e que só aos imbecis ou fracos de espírito poderiam inspirar confiança, pois além de tomarem o “trem andando”, o pegam no rumo errado. Isto acontece com muita gente. Ficam perdidas e sujeitas a informações tão enganadoras e maldosas que, ao invés de orientá-las devidamente ao caminho certo, tornam a situação ainda mais desesperadora e, diga-se de passagem, infinitamente perigosa. Uma vez as pessoas desorientadas e perdidas, cercadas por pseudo gurus, cairão, numa terrível armadilha que impedirá o aspirante de retornar seu caminho naquele tempo existencial em Busca da Luz Maior.

Assim, buscadores do oculto estão, na maioria das vezes, sujeitos a esta perigosa situação, por não saberem onde o buscar o caminho que os leve de volta ao plano da Assunção Espiritual. Incomoda, incomoda muito a certos pseudo mago que a verdade seja dita aberta e cristalinamente sobre fatos da Iniciação. E em represália a esta verdade, muita mentira, muita ofensa moral e muita difamação é direcionada contra nós, mas que esquecem de olharem seus próprios umbigos, pois a dor de barriga não aparece somente uma vez na vida.

Esta é uma tentativa de clarear certos aspectos do chamado Esoterismo ou Ocultismo, dêem o nome que mais lhes aprouver.

Muito é dito e escrito sobre Magia e Entidades da Goetia cujas narrativas de antigos anciões ou sacerdotes guardam, com profundo zelo uma grande Sabedoria transcendental.

Tais Mestres Secretos ensinam que antes de um contato com estes seres da Goetia, se faz necessário o contato e comunicação com uma alta fonte, sempre divina sincretizada no encontro com o Sagrado Anjo Guardião, com Adonai ou com Mestre Interior.

Tais segredos desta comunicação são profundos e asseguro que somente pouquíssimos estariam habilitados a entendê-los e usá-los. Também é assertiva que a posse desses conhecimentos traz de fato poderes que devem ser manuseados para benefício da humanidade. Entretanto, como se pode saber mais a respeito disto, sobre essas organizações, seus conhecimentos, se suas ações são secretas?

astrais e espirituais) oriundos das mais diversas regiões do Astral desde o Astral Superior como no Sub-plano Astral conhecido como Zona de Malva, que são divididas em faixas vibratórias interligadas aos elementos da natureza. Tais planos subsistem nosso plano físico, porém em outros planos dimensionais, tal como se interpenetrando a crosta física da Terra.

A hierarquia existente na Zona de Malva é muito complexa e diversificada, envolvendo várias correntes de seitas e pensamento.

São cerca de 777 postos hierárquicos principais, cada um destes abrangendo mais 777 postos ou cargos de comando.

Cada entidade líder de um determinado posto tem sob sua responsabilidade e comando, uma ou mais legiões de entidades extra físicas, bem como, seres encarnados conhecidos pelos meios Ocultistas de: “A Grande Irmandade Negra”.

Esses "seres espirituais" encarnados ou não, são auto-iludidos, os quais escravizados pelo ego inferior são influenciados pelas correntes mortas e estagnadas, muitas vezes se tornando um instrumento kármico inconsciente.

Para se chegar ao comando das entidades da Goetia, existe a necessidade de se possuir conhecimento das diversas áreas envolvem estes seres, além de força interior e um inegável e superior senso de justiça. Mas, qual seria a finalidade da Zona de Malva e o que fazem estas entidades ?

A Zona de Malva é o local para onde convergem todas as vibrações negativas e densas, criadas por pensamentos e emoções descontroladas dos seres humanos encarnados ou não.

Para lá convergem e são criadas formas-pensamento monstruosas criadas por mentes doentias, desequilibradas e despreparadas.

Todo este material vibratório condensa-se nas regiões da Zona de Malva, criando uma variada e sofisticada gama de egrégoras.

A Egrégora é um ser criado pela propriedade que o plano astral possui, independentemente de ser superior ou inferior, de agregar material mental e refletir vibratoriamente a sua natureza.

Logicamente não poderemos dizer que as egrégoras existentes na Zona de Malva, pela natureza das vibrações envolvidas em suas criações, sejam "angelicais".

São na verdade o lixo espiritual fluídico e deletério, que pela sua própria natureza vibratória, é automaticamente atraído para a Zona de Malva. Tal ser ou forma-pensamento criada só poderá ser destruído por uma força três vezes superior àquela que o criou.

Mas não só a matéria mental negativa e densa é atraída para lá. Todo ser humano tem seu princípio de vida conforme as noções ou parâmetros daquilo que é correto ou errado para si. Entretanto se estes seus parâmetros forem dados a interferir na órbita alheia ou levá-lo a estagnação energética, tal ser ao desencarnar será automaticamente atraído para a região do Astral que lhe for mais afim, ou que estiver alinhada com suas vibrações mentais.

Estes no caso serão automaticamente atraídos para estes sub-planos da Zona de Malva.

Uma vez no plano astral o ser espiritual que antes obedecia ao princípio evolutivo que obedece ao plano do Manifesto, passa a depender diretamente daqueles cujos afins ou afinidades ainda se encontram ligados ao plano físico, tornando-se automaticamente seres a estes ligados conhecidos por “Daemons” ou espíritos familiares. Convém notar que alguns desses seres poderiam ter também sido ligado ao plano dos elementos (Terra, Ar, Fogo e Água), tendo sido, portanto, anteriormente seres elementais que por sua vez passaram a escala evolutiva seguinte por afinidade aos seres humanos tornando-se a eles ligados profundamente por laços de afinidade.

É de extrema responsabilidade dos magos que acessam a estas forças, se cercarem muito bem energeticamente para atuarem nestes seres, utilizando para finalidades ou causas nobres e fins justificáveis o que automaticamente lhes dará um certo controle sobre as egrégoras desses locais.

A proteção necessária para trabalhar com seres goéticos se faz necessária, porque o acúmulo de matéria mental negativa e densa, acima de um limite, é também prejudicial, pois poderia alterar o equilíbrio das forças envolvidas que regem a coroa (Kether) ou chakras superiores do mago invocador. Tais entidades da Goetia poderiam ser ao mago incauto realmente assustadoras, mas que estariam de acordo com a ressonância ou com o próprio tipo de vibração que as ocasionou ou invocou.

A postura destes seres do Astral Inferior não é de efetuar simplesmente o "mal". Pois eles sabem muito bem que a cada um será dado conforme suas obras. Porém eles entendem que se é o mal que um determinado indivíduo necessita para se depurar e se elevar, eles não pouparão esforços para que este lhe seja administrado em mesmo gênero, número e grau na proporção exata para sua reabilitação.

Tudo é executado de acordo com a Lei Suprema que rege tudo e a todos em todos planos vibratórios. A Lei Suprema poderia ser talvez o sinônimo da Verdadeira Vontade.

Nada é feito fora da Lei. Nem uma palha sequer é movida, muito menos alguém será castigado injustamente. Não existe obra do acaso. Portanto, essa estória do Diabo, Satanás ou Lúcifer tentar as pessoas para poder arrastá-las ao Inferno para toda eternidade, só serve mesmo para arregimentar mais pessoas sem um pingo de discernimento para as falanges das religiões milionárias, apegadas a Grande Fraternidade Negra, envolvidas pelas correntes mortas.

Durante o decorrer de muitos anos, durante os quais ativamente inseridos no contexto dessas organizações, observamos existir uma paranóia a vincular o Ocultismo ou as Ciências Arcanas a uma dessas estruturas acima mencionadas. Esse é um erro primário, grosseiro – uma mediocridade cometida por aqueles que pouco, ou nada, sabem a respeito do esoterismo, mas tão somente ao pseudo exoterismo grosseiro, como uma nova e arejada filosofia de vida. O que vemos hoje é que, por várias razões, um grande número de pessoas perdeu a confiança nestas organizações; pois elas têm sido manipuladas e adaptadas em favor de determinados elementos inclinados para a obtenção de poder pessoal sobre seus semelhantes, numa clara demonstração contrária as Leis Universais.

Mago é aquele que pratica magia, mas ele não será necessariamente um Iniciado, ou alguém que possua alto grau de espiritualidade, e nem tem que forçosamente pertencer a qualquer organização fundada por homens. A conotação de mago difere fundamentalmente daquela de um Mago, que representa um grau Iniciático dentro da hierarquia da Ordem que não tem Nome entre os mortais.

O perigo essencial da Grande Feitiçaria está na roupagem disfarçada e nas manobras de saber disfarçar-se em algo positivo a evolução humana, mas que será absolutamente pernicioso ao meio.

Distorções e sandices encontradas nos meios pseudo-místicos, cujas verdades distorcidas cuidadosamente, por seres realmente mal intencionados, levam o verdadeiro ocultista, a assumir a reação de dar numa sonora gargalhada, tamanha as basbaquices por estes empregadas. Tais Irmãos Negros dão a falsa impressão de serem exímios conhecedores do assunto. É por essas e outras razões que dizia Crowley com seu humor: “Não há limites ao abismo e Idiotice em que os falsos sábios nos queiram lançar”.

Não irei analisar o tributo aos hilários magos de mesa de bar, que sequer tiveram coragem de ousar, e que além de mal informados sobre Magia e seus labirintos, é forçoso reconhecer que a maior parte das pessoas que se lançam nesses arroubos de sábios ocultistas, satânicos ou pervertidos, estão longe, mas muito longe, de serem modelos de inteligência e de conhecimento, e que só aos imbecis ou fracos de espírito poderiam inspirar confiança, pois além de tomarem o “trem andando”, o pegam no rumo errado. Isto acontece com muita gente. Ficam perdidas e sujeitas a informações tão enganadoras e maldosas que, ao invés de orientá-las devidamente ao caminho certo, tornam a situação ainda mais desesperadora e, diga-se de passagem, infinitamente perigosa. Uma vez as pessoas desorientadas e perdidas, cercadas por pseudo gurus, cairão, numa terrível armadilha que impedirá o aspirante de retornar seu caminho naquele tempo existencial em Busca da Luz Maior.

Assim, buscadores do oculto estão, na maioria das vezes, sujeitos a esta perigosa situação, por não saberem onde o buscar o caminho que os leve de volta ao plano da Assunção Espiritual. Incomoda, incomoda muito a certos pseudo mago que a verdade seja dita aberta e cristalinamente sobre fatos da Iniciação. E em represália a esta verdade, muita mentira, muita ofensa moral e muita difamação é direcionada contra nós, mas que esquecem de olharem seus próprios umbigos, pois a dor de barriga não aparece somente uma vez na vida.

Esta é uma tentativa de clarear certos aspectos do chamado Esoterismo ou Ocultismo, dêem o nome que mais lhes aprouver.

Muito é dito e escrito sobre Magia e Entidades da Goetia cujas narrativas de antigos anciões ou sacerdotes guardam, com profundo zelo uma grande Sabedoria transcendental.

Tais Mestres Secretos ensinam que antes de um contato com estes seres da Goetia, se faz necessário o contato e comunicação com uma alta fonte, sempre divina sincretizada no encontro com o Sagrado Anjo Guardião, com Adonai ou com Mestre Interior.

Tais segredos desta comunicação são profundos e asseguro que somente pouquíssimos estariam habilitados a entendê-los e usá-los. Também é assertiva que a posse desses conhecimentos traz de fato poderes que devem ser manuseados para benefício da humanidade. Entretanto, como se pode saber mais a respeito disto, sobre essas organizações, seus conhecimentos, se suas ações são secretas?

ZONA DE MALVA

A estrutura de idéias que vem a seguir baseia-se em trabalhos mágicos efetuados em mais de vinte anos, conversando com uma grande gama de entidades (seres astrais e espirituais) oriundos das mais diversas regiões do Astral desde o Astral Superior como no Sub-plano Astral conhecido como Zona de Malva, que são divididas em faixas vibratórias interligadas aos elementos da natureza. Tais planos subsistem nosso plano físico, porém em outros planos dimensionais, tal como se interpenetrando a crosta física da Terra.

A hierarquia existente na Zona de Malva é muito complexa e diversificada, envolvendo várias correntes de seitas e pensamento.

São cerca de 777 postos hierárquicos principais, cada um destes abrangendo mais 777 postos ou cargos de comando.

Cada entidade líder de um determinado posto tem sob sua responsabilidade e comando, uma ou mais legiões de entidades extra físicas, bem como, seres encarnados conhecidos pelos meios Ocultistas de: “A Grande Irmandade Negra”.

Esses "seres espirituais" encarnados ou não, são auto-iludidos, os quais escravizados pelo ego inferior são influenciados pelas correntes mortas e estagnadas, muitas vezes se tornando um instrumento kármico inconsciente.

Para se chegar ao comando das entidades da Goetia, existe a necessidade de se possuir conhecimento das diversas áreas envolvem estes seres, além de força interior e um inegável e superior senso de justiça. Mas, qual seria a finalidade da Zona de Malva e o que fazem estas entidades ?

A Zona de Malva é o local para onde convergem todas as vibrações negativas e densas, criadas por pensamentos e emoções descontroladas dos seres humanos encarnados ou não.

Para lá convergem e são criadas formas-pensamento monstruosas criadas por mentes doentias, desequilibradas e despreparadas.

Todo este material vibratório condensa-se nas regiões da Zona de Malva, criando uma variada e sofisticada gama de egrégoras. Ao humana, mas que será absolutamente pernicioso ao meio.

Distorções e sandices encontradas nos meios pseudo-místicos, cujas verdades distorcidas cuidadosamente, por seres realmente mal intencionados, levam o verdadeiro ocultista, a assumir a reação de dar numa sonora gargalhada, tamanha as basbaquices por estes empregadas. Tais Irmãos Negros dão a falsa impressão de serem exímios conhecedores do assunto. É por essas e outras razões que dizia Crowley com seu humor: “Não há limites ao abismo e Idiotice em que os falsos sábios nos queiram lançar”.

Não irei analisar o tributo aos hilários magos de mesa de bar, que sequer tiveram coragem de ousar, e que além de mal informados sobre Magia e seus labirintos, é forçoso reconhecer que a maior parte das pessoas que se lançam nesses arroubos de sábios ocultistas, satânicos ou pervertidos, estão longe, mas muito longe, de serem modelos de inteligência e de conhecimento, e que só aos imbecis ou fracos de espírito poderiam inspirar confiança, pois além de tomarem o “trem andando”, o pegam no rumo errado. Isto acontece com muita gente. Ficam perdidas e sujeitas a informações tão enganadoras e maldosas que, ao invés de orientá-las devidamente ao caminho certo, tornam a situação ainda mais desesperadora e, diga-se de passagem, infinitamente perigosa. Uma vez as pessoas desorientadas e perdidas, cercadas por pseudo gurus, cairão, numa terrível armadilha que impedirá o aspirante de retornar seu caminho naquele tempo existencial em Busca da Luz Maior.

Assim, buscadores do oculto estão, na maioria das vezes, sujeitos a esta perigosa situação, por não saberem onde o buscar o caminho que os leve de volta ao plano da Assunção Espiritual. Incomoda, incomoda muito a certos pseudo mago que a verdade seja dita aberta e cristalinamente sobre fatos da Iniciação. E em represália a esta verdade, muita mentira, muita ofensa moral e muita difamação é direcionada contra nós, mas que esquecem de olharem seus próprios umbigos, pois a dor de barriga não aparece somente uma vez na vida.

Esta é uma tentativa de clarear certos aspectos do chamado Esoterismo ou Ocultismo, dêem o nome que mais lhes aprouver.

Muito é dito e escrito sobre Magia e Entidades da Goetia cujas narrativas de antigos anciões ou sacerdotes guardam, com profundo zelo uma grande Sabedoria transcendental.

Tais Mestres Secretos ensinam que antes de um contato com estes seres da Goetia, se faz necessário o contato e comunicação com uma alta fonte, sempre divina sincretizada no encontro com o Sagrado Anjo Guardião, com Adonai ou com Mestre Interior.

Tais segredos desta comunicação são profundos e asseguro que somente pouquíssimos estariam habilitados a entendê-los e usá-los. Também é assertiva que a posse desses conhecimentos traz de fato poderes que devem ser manuseados para benefício da humanidade. Entretanto, como se pode saber mais a respeito disto, sobre essas organizações, seus conhecimentos, se suas ações são secretas?

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Siga nos
  • Facebook Basic Square

SEJA MUITO BEM

VINDO

AO TEMPLO DE MAGIA

© 2013 por TEMPLO DE MAGIA NEGRA